quarta-feira, 24 de março de 2010

PORQUE DEUS NOS ABANDONA?

Mateus 15-16 em diante
“E os soldados o levaram dentro à sala, que é da audiência, e convocaram toda corte. E vestiram-no de púrpura, e tecendo uma coroa de espinhos, lha puseram na cabeça. E começaram a saudá-lo, dizendo: Salve, Rei dos Judeus! E feriram-no na cabeça com uma cana, e cuspiram nele e, postos de joelhos, o adoraram. E, havendo-o escarnecido, despiram-lhe a púrpura, e o vestiram com as suas próprias vestes; e o levaram para fora a fim de o crucificarem.......” leia o capítulo todo para entender tudo o que fizeram com Jesus antes da crucificação.
Versículo 34 – “E, à hora nona, Jesus exclamou com grande voz, dizendo: Deus meu, Deus meu, porque me abandonaste?”
E os homens da bíblia, que assim como Jesus sentiram-se abandonados? Como entender?
Salmos 22-1 e 2 – “ Deus meu, Deus meu, porque me desamparaste? Porque te alongas do meu auxilio e das palavras do meu bramido? Deus meu, eu clamo de dia, e tu não me ouves; de noite, e não tenho sossego.”
Será que Deus não esta ouvindo a Davi?
Salmos 10-1 – “Porque estás ao longe, Senhor? Porque te escondes nos tempos de angústia?"
Deus se esconde, fica longe de Davi?
Salmos 44-23 ao 25 – “Desperta, porque dormes, Senhor? Acorda, não nos rejeite para sempre. Porque escondes a tua face, e te esqueces da nossa miséria e da nossa opressão? Pois a nossa alma esta abatida até ao pó, o nosso ventre se apega à terra”.
Será que Deus esta dormindo e não esta atento a esta oração?
Leia também Salmos 88.
O que acontece?
Deus em seu infinito amor precisa ás vezes sair de cena.
É fácil falar sobre a presença de Deus, mas muito difícil sobre o abandono de Deus, mas é necessário aprendermos a lidar com ausência em determinados momentos de nossa vida.
Como dizer que Deus não abandona diante de todos estes salmos? Como lidar com isso?
Deus tira as mãos e nos deixa aparentemente caminhar sem ele. Porque?
Porque só com a ausência de Deus é que existe legítima bondade ou maldade.
Nos versículos 16 ao 21 Deus sai de cena e aparece a verdadeira atitude. A atitude dos soldados e a de Simão.
Na presença ostensiva de Deus não haveria nem bondade, nem perversidade. Os soldados cospem, batem, são terríveis, mas só conseguem ser assim porque Deus não esta presente.
Se eu faço o bem sem a presença de Deus é uma virtude, se eu faço algo ou seja o que é bom esperando ir para o céu, isso não é virtude é interesse.
A ausência de Deus iguala as pessoas.
Se também você deixa de fazer o mau, com medo de ir para o inferno, isso não é virtude é interesse.
Deus se ausenta e aparentemente nos abandona, para que ninguém seja privilegiado, assim como Jesus não foi.
Você pertence a Deus, mas seu sofrimento não será menor do que o sofrimento do seu vizinho que não o é. Deus não faz diferença entre um e outro. Deus não quer injustiças, por isso Jesus foi para a cruz nas mesmas condições que os dois ladrões.
Deus não privilegia ninguém.
Versículo 29 e 30: “Os que passavam, blasfemavam dele, meneando a cabeça, e dizendo: Ah! Tu que destrói o templo e em três dias o edificas, salva-te a ti mesmo, e desce da cruz!” Gente ruim.
Versículo 31: “Da mesma forma os principais sacerdotes e escribas, zombando, diziam uns aos outros: Salvou outros, mas não pode salvar-se a si mesmo!” Religioso não leva vantagem sobre o incrédulo. Vamos ver se na ausência de Deus o religioso é bom ou mau.
Nosso dever é ser integro e verdadeiro na ausência de Deus, pois a ausência nos impulsiona à maturidade.
Jesus esta sendo crucificado e Deus se ausenta, e estando só, ele decide por si e diz: “a minha vida eu dou e por mim mesmo, ninguém a tira de mim...”
Jesus tomou a sua decisão sem a interferência de Deus.
Na ausência fica definido quem é quem de verdade, só na ausência se desenvolvem laços verdadeiros de amor entre a humanidade.
Se hoje você se sente como Jesus “Deus meu, Deus meu, porque me abandonaste?”, lembre-se destas palavras “Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo....” Salmo 23.
Deus nos ama demais para interferir em nossas decisões.
Deus nunca desistirá de nós, mesmo que aparentemente ELE tenha nos abandonado, mesmo que por um curto período de tempo ELE tenha que se ausentar.
Mas DEUS esta lá, toda hora, em todo tempo e em todo lugar, ele esta lá.
Tome uma decisão, e permita que o Senhor possa guiá-lo(a) mansamente às águas tranqüilas.
Em nome de Jesus.
Amém

11 comentários:

  1. Nunca tinha pensado sob esse prisma. Deus é nosso pai, mas ele nos deixa tomar nossas próprias decisões sem nos abandonar. Adorei o texto

    ResponderExcluir
  2. .

    Oi Irmã Sheila

    Passei para agradecer suas palavras de encoramento à União de Blogueiros Evangélicos.

    Que o Senhor continue abençoando você com textos inspirados. Tudo que for escrito na unção do Espírito, irá e prosperará no coração de quem ler. E a palavra não voltará vazia.

    Isso é promessa d Deus.

    Jesus abençoe o Blog APRENDENDO E VIVENDO, e sua editora.


    João Cruzué/Adm
    União de Blogueiros Evangélicos.

    .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando eu conseguir entender o porque Ele deixou uma criança inocente de 9 anos perder tudo na vida, a partir dessa idade foram somente perdas,humilhações e privações?!?
      Quando eu entender porque uma criança que nasceu dentro da casa D'Ele, cresceu nela! Foi açoitada a vida toda!
      Seriam as únicas perguntas... Por que O Senhor deixou e deixa?!?

      Excluir
    2. Nunca desista de Deus! Mesmo no sofrimento ele é, o único que nos sustenta, nos renova, e alimenta a nossa esperança. Veja o que Jesus passou na cruz. Será que esta casa era mesmo de Deus, se dentro dela existia tanta maldade! Busquei a resposta ela estar dentro de você. A paz! DE uma irmã católica!

      Excluir
  3. Palavras sábias. Deus abençoe vcs!!!

    ResponderExcluir
  4. Visite o início do nosso projeto Alto Ajuda.. um blog tb!!!

    ResponderExcluir
  5. https://altoajudadivina.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  6. https://altoajudadivina.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  7. Hoje foi a primeira vez que me senti abandonada por Deus.em meio a tantas lutas

    ResponderExcluir
  8. Eu não aceitava a ideia de que Deus poderia abandonar alguém - até porque fui ensinado que Ele nunca abandona, mas depois que a "ficha caiu", eu vi que treze anos de caminhada na fé se passaram e várias situações adversas (momentos críticos) me cercaram, momentos ruins se repetiram, tudo indicando um "abandono de Deus", mas para não admitir que isso era possível a fé cristã, eu dizia: "Isso é uma prova, é um vale, é um deserto, mas logo vai passar." Hoje, olhando para trás e para o agora, sendo honesto comigo mesmo e sem medo de estar blasfemando, tomo coragem e clamo: "Deus, por que o Senhor me abandonou? Por que o Senhor não responde minhas orações? Tem misericórdia de mim e da minha família." A resposta é o silêncio aterrador! Com isso, nesta madrugada (08/12/2017), eu entendo e admito que DEUS NOS ABANDONA SIM! Hoje termina um ciclo, foi um ano de semeadura, orei e jejuei com minha esposa para colhermos os frutos, daí vieram ladrões e roubaram a primeira safra - nós louvamos e adoramos. Pegamos as sobras das sementes e fomos tentar um segundo plantio, os ladrões destruíram tudo novamente - nós louvamos e adoramos; assim aconteceu com a terceira e quarta safra, isto é, usamos todas as sementes e nada colhemos para o sustento de nossa família (eu, minha esposa e duas crianças). Perdemos as sementes, vendemos os móveis da casa para pagar as dívidas (só restou um PC e uma máquina de lavar), e depois de amanhã seremos despejados, eu oro, minha esposa chora, minhas filhas não entendem nada, os "amigos" sumiram e Deus não responde, para ficar mais evidente que Deus abandona, aparece nossos familiares ímpios e ateus e riem de nós, um deles se aproxima da minha filha de quatros anos e diz: "Na sua casa tem cama para dormir? Tem geladeira? Vocês comem o quê?". Minha pequena princesa cercada por vários adultos não aguenta a vergonha e chora, eu fico sem ação e sem resposta pela condição que me encontro e minha esposa se revolta. Corri nos últimos dias procurando respostas, até que cheguei nesse blog e li que "Deus nos abandona", hoje essa expressão me serve de consolo e esperança. Que Jesus nos dê a força para continuarmos n'Ele mesmo quando Ele nos abandona, que um dia Ele se lembre de nós. Paz seja com todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sibto muito, muitíssimo pela sua situação. Espero que você tenha encontrado uma saída. Difícil falar sobre o abandono de Deus, pode parecer até pecado ou blasfêmia perante a muitos. Mas existe sim o abandono Dele. Acredito que ninguém saberá explicar o porquê exatamente, mas somete suposições. Eu passei um abo de 2017 com tantas lutas, que parece que valeu pela minha vida inteira. Fui traída, abandonada, zombada, perdi meu pai, estou numa situação financeira extremame te ruim, mas nesmo assim nunca deixei de orar, jejuar, clamar e adorar a Deus, mesmo sem resposta nenhuma. Mas no dia 23/12n estava no mercado fazendo uma peque a compra de Natal, e vi uma senhora fazendo as contas para saber se podia levaruma caixa de leite. Fiquei parada, e ne consegui oferecer ajuda. Só consegui pensar, por quê pessoas sofrem? Por que muitos não tem nada? E percebi que Deus abandona sim, e não dá motivos para isso, e não podemos compreender esse mistério. Mas sei também que a vida precisa ser vivida mesno na dor, pois é a dor que testa a nossa capacidade de reerguer, de sair do pó e continuar. Por mais que eu sofra, eu acredito que Deus nos olha o tempo inteiro, e conhece o nosso íntimo, e que desistir ou se revoltar não é uma opção.

      Excluir

Seu comentário será lido com muito carinho.
Obrigada, o Senhor te abençoe grandemente.
Volte Sempre!